quarta-feira, 18 de julho de 2012

O blog está quase chegando ... 10.000 visitas!!!


O blog está quase chegando ... 10.000 visitas!!!
Muito Obrigada!
Serão republicados os 5 post mais visitados.

Primeiro Lugar:
TENDÊNCIAS DE TURISMO NO BRASIL E NO MUNDO

           No ano de 1960 os dados da Organização mundial de turismo - OMT registravam 100 milhões de pessoas viajando. Já no ano de 2005 foram 806 milhões de turistas. Nos últimos 45 anos houve um crescimento na faixa de 700 milhões de pessoas viajando no mundo.        
           Segundo a OMT a América do Sul, recebeu 21,1 milhões de pessoa no ano de 2008. O Brasil teve 5 milhões de turista no mesmo período segundo a EMBRATUR - Instituto Brasileiro de Turismo.
         Os principais fatores do desenvolvimento do turismo nas últimas décadas são a globalização e fatores econômicos, que oscilam freqüentemente, gerando várias tendências para o mercado. O objetivo deste texto é fazer uma análise das tendências mundiais do turismo no mundo e no Brasil.
         Fatores econômicos, políticos, sociais e ambientais, fazem que os destinos turísticos são a fatores de compras pelos turistas. Sendo os principais destinos turísticos mundiais, países desenvolvidos: França, Estados Unidos e Espanha os primeiros lugares de 2006 até 2008 (OMT, 2010).
       Organismos mundiais e nacionais do turismo realizam estudos e pesquisas na tentativa de elaborar previsões, os dados servem de base para o planejamento e ordenamento do fenômeno. As empresas do setor turístico possuem informações de mercado, que indicam novas situações e tendências turísticas, os órgãos públicos e as universidades também podem contribuir para elaborar cenários futuros.

 AS TENDÊNCIAS

           
          Alguns acontecimentos mundiais estão alterando as previsões feitas para o turismo pelos órgãos oficiais do turismo. Situações como o terrorismo, tragédias ambientais, pandemias, crise econômica mundial. O cenário atual não é positivo para a atividade neste momento, porém o Brasil é exceção, vive um momento histórico. Selecionado como país sede para a copa 2014 e para sediar as Olimpíadas 2016, o país possui uma ótima oportunidade de mudar sua imagem no exterior e definitivamente ser incluído na listas de destinos turísticos internacionais mais procurados.
          A primeira tendência – TURISO E A NATUREZA - Segundo Beni (2003) a OMT observa atualmente uma tendência de crescimento do turismo interno e de viagens internacionais com predomínio de motivações de reencontro com a natureza, de caráter familiar e bem intimista nas relações do turismo com o meio ambiente.
           De acordo com a Associação Empresarial de Portugal - EPA (2008), os fatores do crescimento do turismo de natureza são: maior e crescente consciência ambiental entre a população dos países emissores de Turismo; a preferência por áreas envolventes não massificadas como destino de viagem; a crescente preferência por férias ativas em detrimento de férias passivas; a procura de experiências com elevado conteúdo de autenticidade e de valores éticos e a forte presença de ofertas de viagens de Natureza na internet, acessíveis a uma fatia crescente populacional.
           Segunda Tendência - FÉRIAS COM CURTA DURAÇÃO E EM DIFERENTES ÉPOCAS DO ANO - Outras tendências relevantes do turismo são: viagens de férias com duração mais curta e em diferentes épocas do ano, conforto básico, turismo de aventura, apelo para a imagem dos destinos e crescimento do turista asiático (em especial os chineses) (EPA, 2008).
         Terceira Tendência - DIMINUIÇÃO DA PERMANÊNCIA MÉDIA - segundo o estudo da caracterização e dimensionamento do turismo doméstico no Brasil 2002-2006 da EMBRATUR. Podemos analisar no - Gráfico1- abaixo, os resultados da permanência média.           
Notamos significativas diferenças deste parâmetro nas viagens para as diferentes regiões, vemos que em 2005 temos casos extremos às viagens para a região Norte, que em média duraram 14,7 dias, e para a região Sudeste, com duração média de 7,4 dias.
Em relação ao ano de 2001, em todas às regiões ocorreu diminuição na permanência média dos turistas domésticos, sendo que a maior diminuição ocorreu nas viagens para a região Sudeste, com a permanência média caindo de 11,1 dias para 7,4 dias.

           

       Gráfico -1

 
         Fonte: EMBRATUR- 2006

            
            Quarta Tendência TURISMO INTRA-REGIONAL - No ano de 2020 são esperadas para o turismo, chegadas internacionais de 1,6 bilhões de turistas. Destas chegadas mundiais em 2020, 1,2 bilhões serão intra-regional. As chegadas totais por região terão as como três primeiras regiões: Europa (717 milhões de turistas), Leste Asiático e do Pacífico (397 milhões) e Américas (282 milhões).

Nenhum comentário: