quarta-feira, 25 de julho de 2012

2° Lugar - Post Mais Visitado


2° Lugar - Post Mais Visitado


Sinalização Turística

Conforme o Manual de Sinalização Turística do Mtur - Sinalização Turística “É a comunicação efetuada por meio de um conjunto de placas de sinalização, implantadas sucessivamente ao longo de um trajeto estabelecido, com mensagens escritas ordenadas, pictogramas e setas direcionais.”

As placas são utilizadas para informar aos Turistas sobre a existência de atrativos turísticos e de outros referenciais, sobre os melhores percursos de acesso, distâncias, entre outros. Orientando de maneira geral o turista, que não conhece a região, necessitando de informação de maneira rápida e eficiente.

O manual descreve a importância do planejamento para iniciar uma sinalização turística diz que “É preciso observar as políticas de desenvolvimento do local a ser sinalizado, levando em consideração os seus planos diretores, regionais, turísticos e de preservação, as leis de zoneamento, as limitações ambientais e a oferta de infra-estrutura, bem como a organização institucional e seu reflexo na integração das atividades de planejamento regional e urbano. Essas políticas devem ser incorporadas à análise inicial, de modo a evitar o conflito entre a solução adotada na sinalização e as diretrizes estabelecidas. Há de se considerar, ainda, que cada situação apresenta condições específicas, com elementos próprios que induzem à procura de solução adequada.”

As placas da sinalização turísca no Brasil são padronizadas pelo Manual de Sinalização Turística do Mtur, o documento contém várias indicações de como deve ser o tamanho das placas, figuras, mensagens, entre outras. Tendo o objetivo também de respeitar com Código de Trânsito Brasileiro – CTB e nas Resoluções do Conselho Nacional de Trânsito – Contran, Cumprir a legislação de preservação de sítios tombados pelo Instituto do Patrimônio e Histórico e Artístico Nacional – Iphan e protegidos pela Lei de Arqueologia.

Pictogramas:


Nenhum comentário: