sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

Post Mais Lidos 1 - Demanda Doméstica


As motivações dos brasileiros para fazer uma viagem têm duas características sendo: viagem de lazer 63% e de negócios 23% de acordo como a pesquisa da FIPE (2007).
Conforme a mesma pesquisa, os destinos mais visitados na ordem São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Salvador, Curitiba, Florianópolis, Praia Grande, Fortaleza, Porto Alegre. Porém estes números têm a ver com a proximidade dos principais emissores, tendo em vista que cerca de 70% dos fluxos ocorrem dentro das próprias regiões, em número de viagens.
Já dentre os destinos turísticos “sonhados” pelos entrevistados da pesquisa acima a maioria estão na região nordeste do país: Fernando de Noronha, Fortaleza, Salvador, Rio de Janeiro, Natal, Recife, Porto Seguro, Florianópolis, Gramado, Manaus.
O turismo doméstico atual vem crescendo, aproximadamente 50 milhões em 2009, no entanto na pesquisa da FIPE de 2007, os turistas nacionais, utilizam como meios de hospedagem - casa de amigos/parentes - 65% (os turista que viajam a lazer) e 26% (os que viajam a negócio). Assim, podemos concluir que o turismo nacional não é satisfatório, a sazonalidade ainda é uma realidade na maioria dos destinos brasileiros.
 Quando o fluxo de turistas doméstico aumentar e houver utilização de todo o “produto turístico” (hotelaria, transporte aéreo, restaurantes, entretenimento)  haverá a melhoria dos serviços e da infra-estrutura turísticas causando definitivamente o desenvolmento do setor turístico no Brasil.
O Brasil tem um enorme mercado para explorar como afirmou o ex-ministro Barreto Filho em 2010 o para revista Isto é Dinheiro “Poucos países no mundo têm quase 100 milhões de potenciais consumidores”.
Portanto, Viajar é preciso!

Nenhum comentário: